31 de jan de 2011

(L)zinho Puro


Se você também é aquele tipo de sujeito gente fina, que julga os álbuns pela capa e as bandas pelo nome, abra uma exceção para o "The Pains Of Being Pure At Heart". Apesar da alcunha suspeita, a estréia dos caras é o fino do shoe-shoe, cheia de acordes abertos e sujos pra cacete, vocais com efeitos, tecladinhos e toda aquela história dazantiga já. Esses intelectu"aizinhos" só não flagraram ainda que manter um (L) puro não implica, necessariamente, num processo dolorido doloroso, desde que você decida participar de uma gincana como essa aqui. Ao clicar nesse link, não deixe de reparar, na primeira prova, como o menino Luan fica puto após perder a chance de responder uma perguntinha sobre o menino Jesus. Depois o moleque vira maloca, começa a ouvir essas paradas, tipo, Burzum, e a atear fogo em iGREJAS, e ninguém saberá o porquê. Fí, essa society é muito hipróquita.



Nenhum comentário: